Na Europa, há diversos países que não recebem tanta atenção quanto alguns de seus vizinhos mais famosos.

A Estônia tem Tallinn como sua capital e é conhecida pelo centro histórico medieval preservado.

A língua oficial é o estoniano, uma língua finlandesa. A história recente da Estônia inclui a independência conquistada em 1918, a ocupação pela União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial e a reganho da independência em 1991 com o colapso da União Soviética.

Onde fica a Estônia?

A Estônia se localiza no nordeste da Europa,na região dos países bálticos. Situada às margens do Golfo da Finlândia e do Mar Báltico, a Estônia faz fronteira com a Rússia e a Letónia . 

O território é predominantemente plano, especialmente nas regiões norte e oeste, enquanto áreas de colinas e baixas montanhas marcam o sul e o sudeste, na fronteira russa. 

A presença de numerosos lagos, sendo o Lago Peipsi o maior, e uma rede de rios, como o Rio Emajõgi, contribui para a riqueza hídrica do país. 

Na costa estoniana existem algumas ilhas, sendo a Ilha Saaremaa a que mais se destaca na beleza e por ser patrimônio histórico. O clima temperado sazonal da Estônia apresenta invernos frios e verões moderados, influenciados pelas águas do Mar Báltico.

Como chegar na Estônia

Não existem voos diretos saindo do Brasil para a Estônia, é necessário realizar escalas. Diversas companhias aéreas operam voos para a Europa a partir destes aeroportos, proporcionando uma variedade de opções de itinerários.

Geralmente as escalas acontecem em Frankfurt, Amsterdã, Paris ou Londres, dependendo da rota. O Aeroporto de Tallinn (TLL) é o principal aeroporto da Estônia, localizado na capital, Tallinn. 

Após chegar a Tallinn, os viajantes podem utilizar táxis, ônibus ou serviços de transferência para chegar ao destino final.

Seguro viagem para Europa durante 7 dias:

Quando visitar a Estônia?

O período ideal para visitar o país é de maio a setembro. Durante esses meses, as temperaturas são mais altas, em torno de 20°C durante o dia, proporcionando um clima mais agradável para explorar as atrações turísticas. 

Além disso, os dias mais longos oferecem mais horas de luz natural, permitindo que os visitantes aproveitem ao máximo suas atividades.

No entanto, é importante considerar que esse é também o período mais movimentado do ano, e as atrações turísticas podem estar lotadas devido ao aumento do número de turistas.

Clima da Estônia

O clima na Estônia é típico da região temperada, apresentando quatro estações bem características. 

Durante o inverno, que se estende de dezembro a fevereiro, as temperaturas são frequentemente abaixo de zero, atingindo seu ponto mais frio em janeiro, com médias que podem chegar a -5°C. 

Conforme a primavera chega, de março a maio, as temperaturas começam a aumentar gradualmente.As temperaturas médias variam entre 0°C e 10°C em março, chegando a até 15°C em maio. 

Os verões, que ocorrem de junho a agosto, são moderadamente quentes na Estônia, com temperaturas médias diurnas entre 15°C e 25°C. 

O outono, que se estende de setembro a novembro, traz uma queda gradual nas temperaturas e a mudança de cores nas folhas das árvores. As temperaturas médias diminuem de cerca de 15°C em setembro para 0°C a 5°C em novembro.

Melhores atrações turísticas

O país báltico, oferece aos visitantes uma jornada fascinante por suas cidades medievais preservadas, vastos cenários naturais e uma cultura admirável.

Catedral de Alexander Nevsky

O que fazer na Estônia

Construída entre 1894 e 1900, a catedral foi dedicada ao príncipe Alexander Nevsky, um herói medieval russo, e é um testemunho da influência cultural e religiosa que se estendeu sobre a Estônia durante o período de domínio czarista.

Ela fica no histórico da cidade e é uma catedral ortodoxa russa com estilo arquitetônico russo-bizantino. Destaca-se por suas cúpulas em forma de cebola e detalhes ornamentados.

Seu interior é cheio de ícones ricamente decorados e afrescos que contam histórias sagradas.

Não se sinta desamparado

Em meio às emoções de planejar uma viagem, a última coisa que queremos é nos sentir desamparados diante de imprevistos. 

É aí que entra a Melhor Seguro, sua parceira confiável para garantir que cada passo de sua jornada seja protegido e seguro. 

Com a missão de oferecer tranquilidade aos viajantes, este site não apenas simplifica o processo de contratação de seguros, mas também se torna um escudo essencial para enfrentar os desafios imprevisíveis do caminho.

Toompea

O que fazer na Estônia

Toompea é uma colina histórica que domina a paisagem da cidade de Tallinn, na Estônia. 

No topo da colina situa-se o Castelo de Toompea, que abriga o Riigikogu, o parlamento estoniano. O castelo destaca diferentes estilos de estrutura ao longo dos séculos.

Outra atração notável em Toompea é a Catedral de Alexander Nevsky, uma igreja ortodoxa russa construída no final do século XIX. 

Toompea é também o lar da Praça do Castelo, um espaço cercado por edifícios históricos, incluindo a Catedral de São Maria, datada do século XIII, e a Torre Pikk Hermann, que abriga a bandeira nacional estoniana.

Pärnu

Pärnu é uma cidade litorânea situada no sudoeste da Estônia, conhecida por suas praias e arquitetura histórica. Pärnu é considerada a “capital de verão” na Estônia.

O destaque de Pärnu é a praia que é banhada pelo Mar Báltico. Durante os meses de verão a praia fica cheia de turistas e cidadãos locais, que aproveitam o calor para ir a praia.

Além das praias, Pärnu é conhecida por sua arquitetura pitoresca. O centro histórico da cidade abriga edifícios encantadores,como a igreja gótica de São Catarina e a torre de observação de Pärnu.

Praça Central (Town Hall Square)

A Praça Central, ou Town Hall Square é rodeada de edifícios coloridos de arquitetura medieval, a praça é um ponto focal tanto para os habitantes locais quanto para os visitantes.

No centro da praça está o prédio da prefeitura, o Town Hall, datado do início do século XV. Da torre do Town Hall dá para ver quase toda a cidade.

A Praça Central também é o palco de eventos significativos, como o Mercado de Natal no inverno , quando a área é transformada em um cenário de conto de fadas com luzes brilhantes.

Kadriorg Park

O que fazer na Estônia

O Kadriorg Park é um parque, que se estende por cerca de 70 hectares. Com origens que remontam ao início do século XVIII, o parque foi inicialmente criado pelo czar russo Pedro, o Grande, como um presente para sua esposa Catarina. 

O nome “Kadriorg” significa “Vale de Catarina” em estoniano. Ao longo dos anos, o Kadriorg Park passou por várias transformações, tornando-se um local de grande importância histórica e estética.

No meio do parque está o Palácio de Kadriorg, também construído por Pedro, o Grande, para servir como sua casa de veraneio. Hoje, o palácio abriga o Museu de Arte Estrangeira da Estônia, exibindo uma coleção notável de arte europeia e russa.

Parque Nacional de Matsalu

O que fazer na Estônia

Esse parque abriga uma das maiores áreas úmidas da Europa e é reconhecido internacionalmente pela sua importância ecológica. É uma mistura única de pântanos, lodaçais, canais e prados.

Fundado em 1957, o Parque Nacional de Matsalu foi originalmente criado para proteger e preservar a rica biodiversidade do local, especialmente para aves migratórias. 

A região é um ponto de parada crucial ao longo das rotas migratórias, atraindo milhões de aves migratórias a cada ano, incluindo grous, cisnes, patos e muitas outras espécies.

Tallinna Teletorn

Localizada no distrito de Pirita, é uma torre de televisão construída entre 1975 e 1980. No entanto, ganhou notoriedade em 1991, durante os eventos conhecidos como a “Revolução Cantada”, quando se tornou um símbolo de resistência à ocupação soviética. 

Com uma altura de cerca de 314 metros, os visitantes podem subir até o mirante, que está a aproximadamente 170 metros de altura, para desfrutar de uma visão incrível de Tallinn e do Golfo da Finlândia.

Há também um restaurante giratório no topo, onde os visitantes podem comer com uma vista em constante mudança.

Parque Nacional de Lahemaa

Fundado em 1971, é o maior e mais antigo parque nacional do país, abrangendo uma área diversificada que inclui florestas, pântanos, enseadas, penínsulas e aldeias costeiras. 

O nome “Lahemaa” se traduz como “Terra da Baía”, refletindo a presença marcante do litoral ao longo do parque.

Lá moram várias espécies de animais, como alces, veados, linces e uma grande variedade de aves, tornando o parque um destino popular para observadores de pássaros e amantes da natureza.

Entre os destaques desse lugar estão os trilhos na floresta de Viru, o caminho de Jägala para Kaberneeme, e a visita ao charmoso Palmse Manor, uma mansão histórica que remonta o passado aristocrata. 

Cidades para conhecer na Estônia

Tallinn

O que fazer na Estônia

Tallinn é a capital da Estônia,fica na costa do Mar Báltico. A cidade é conhecida por seu centro histórico, declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO, e por suas ruas de paralelepípedos, torres medievais e arquitetura secular.

O centro histórico, Vanalinn é cheio de muralhas medievais e torres de vigilância, este bairro é um labirinto pitoresco de praças, vielas e edifícios históricos. 

Além do ambiente medieval, Tallinn também abraça a modernidade. O bairro de Kalamaja é conhecido por suas casas de madeira coloridas e atmosfera boêmia. 

O Museu de Arte da Estônia, o Museu Marítimo e o Museu de História da Estônia são apenas alguns exemplos das ricas ofertas culturais.

Tartu

Tartu é a segunda maior cidade da Estônia e se localiza no leste do país, nas margens do rio Emajõgi.

A Catedral de Tartu, localizada no centro da cidade, é um marco significativo que oferece uma visão da história religiosa da cidade.

Tartu é também um centro cultural, abrigando algumas galerias de arte e teatros. O Museu Nacional da Estônia, situado em Tartu, destaca a história e a cultura do país.

Ao longo do rio Emajõgi, os visitantes podem explorar os parques próximos, como o Parque de Emajõgi e o Parque Supilinn. 

A Ponte dos Amantes, que cruza o rio, é um local popular para apreciar vistas panorâmicas.

Kuressaare

Kuressaare fica na maior ilha da Estônia, Saaremaa.

O Castelo de Kuressaare é o cartão-postal da cidade e um dos mais bem preservados castelos medievais nos países bálticos. 

Construído no século XIV, o castelo possui torres bem bonitas, passagens secretas e um museu que fala sobre a história local. 

A cidade é conhecida por suas praias também, como a praia de Arensburg,que é um local popular para nadar e aproveitar o sol durante os meses mais quentes.

Narva

O que fazer na Estônia

Narva fica na divisa com a Rússia, próxima ao rio Narva. Conhecida por sua rica história e sua localização estratégica, Narva desempenhou um papel importante ao longo dos séculos naquela região.

O principal ponto de interesse em Narva é o Castelo de Hermann, que remonta ao século XIII. Localizado na margem do rio Narva, o castelo possui uma vista para a Rússia do outro lado do rio. 

Haapsalu

O que fazer na Estônia

O destaque de Haapsalu é o seu castelo, Haapsalu Loss, construído no século XIII. Além de ser um marco histórico, o castelo também abriga um museu que conta a história da cidade e da região.

Outro ponto em Haapsalu é a Catedral de São Nicolau, uma igreja ortodoxa russa construída no século XIII. 

O passeio ao longo do promenade, chamado de Promenaad, à beira-mar, é um local agradável para apreciar a brisa do mar e a arquitetura charmosa das casas de madeira. 

Muitas dessas casas foram construídas durante o século XIX, quando Haapsalu era um destino de veraneio popular entre a nobreza russa.

Comidas típicas da região

– Mulgipuder: Um prato tradicional da região de Mulgimaa, feito com batatas, cevada e carne de porco. Geralmente, é servido com molho de creme azedo.

– Hernesupp: Uma sopa de ervilhas tradicional, muitas vezes preparada com carne de porco, batatas e cenouras. Pode ser servida com pão escuro.

– Verivorst: Salsichas de sangue, geralmente preparadas com sangue de porco, cevada, cebola e temperos.

– Kama: Uma mistura de cereais torrados, geralmente servida com iogurte ou leite. 

– Kartuliporss: Um guisado de batatas com carne de porco, cebolas e especiarias. É um prato caseiro popular.

– Kilu: Arenque marinado, muitas vezes servido com cebolas e batatas cozidas.

Seguro de viagem é obrigatório?

Sim, o seguro viagem é obrigatório para viajar para a Estônia. A Estônia faz parte do Espaço Schengen, um acordo entre países europeus que elimina a necessidade de controles de fronteira entre eles. 

Para entrar nos países do Espaço Schengen, incluindo a Estônia, é obrigatório possuir um seguro viagem que cubra despesas médicas e hospitalares de pelo menos 30.000 euros.

Viajar mais seguro para a Estônia

Ao planejar uma visita à Estônia é imprescindível atender aos requisitos de seguro viagem obrigatório. 

Por meio da Melhor Seguro, os viajantes têm a oportunidade de examinar e confrontar distintos planos, optando por aquele que mais se adequa às suas exigências e limites financeiros.

Descubra a Estônia

Espero que tenha sido do seu agrado e que você tenha adquirido mais conhecimento sobre mais uma nação europeia. A Estônia está ansiosa por recebê-lo!

Veja Tmabém: