Esta cidade encantadora não é apenas um hub estratégico no continente, mas também um destino turístico irresistível que cativa visitantes com sua riqueza cultural, culinária requintada e uma atmosfera vibrante. 

De pontos turísticos impressionantes a restaurantes renomados, bares que celebram as melhores cervejas e irresistíveis lojas de chocolates e waffles, Bruxelas é um convite para explorar um mundo onde a tradição se funde com a inovação. 

Em cada rua, há uma narrativa a ser descoberta, uma experiência a ser saboreada, tornando Bruxelas uma cidade que se reinventa a cada ano, oferecendo aos visitantes uma jornada única e memorável. 

Onde fica Bruxelas?

Bruxelas é a capital da Bélgica e está localizada na Europa Ocidental. Situada no centro da região de Flandres, uma das três que compõem o estado federal belga. 

Além de ser a capital do país, Bruxelas também desempenha um papel crucial como a sede administrativa da União Europeia.

A arquitetura de Bruxelas é uma mescla intrigante de estilos, com edifícios que refletem a rica história da cidade. 

Desde a Grand Place, uma praça central classificada como Patrimônio Mundial da UNESCO, até os imponentes edifícios institucionais da União Europeia, a arquitetura de Bruxelas conta a história de séculos passados e da influência internacional contemporânea.

A cidade é conhecida por sua diversidade linguística, já que tanto o francês quanto o neerlandês são amplamente falados. Essa dualidade cultural é um reflexo da estrutura política e histórica da Bélgica.

Seguro Viagem para Europa por 7 dias:

Como chegar em Bruxelas

Para chegar a Bruxelas a partir do Brasil, atualmente, não existem voos diretos. Os viajantes geralmente precisam fazer uma escala em outras cidades europeias antes de chegar à capital da Bélgica. 

As principais cidades de conexão frequentemente utilizadas incluem Amsterdam, Frankfurt, Paris ou Madrid.

Ao planejar uma viagem para Bruxelas, é aconselhável pesquisar as opções de voos e verificar as companhias aéreas que oferecem rotas convenientes. 

Os aeroportos mais utilizados em Bruxelas são o Aeroporto de Bruxelas-Sul Charleroi (CRL) e o Aeroporto de Bruxelas-Zaventem (BRU). 

Clima do país

A Bélgica possui um clima temperado marítimo, influenciado pela proximidade com o Mar do Norte. Os invernos são moderados, com temperaturas entre 0°C e 6°C, e a ocorrência de neve é comum, mas não intensa.

Os verões têm temperaturas médias de 17°C a 25°C. Chove praticamente o ano todo, com nevoeiros frequentes nos meses mais frios. 

As áreas costeiras têm invernos mais suaves, enquanto o interior pode experimentar temperaturas mais extremas. 

Quando ir a Bruxelas

A melhor época para visitar Bruxelas geralmente é durante a primavera, de abril a junho, e o verão, de julho a setembro. Nesse período, as temperaturas alternam de 17°C a 25°C. 

Verão

No período de verão, Bruxelas se transforma em um cenário cheio de energia, com festivais animados, eventos ao ar livre e uma atmosfera vibrante. Com o prolongamento dos dias, os visitantes têm a oportunidade de aproveitar as atrações turísticas. 

No entanto, é importante notar que, como Bruxelas é um destino turístico popular, os meses de verão podem atrair mais visitantes, resultando em locais mais movimentados. 

Primavera

Se você preferir evitar grandes multidões, a primavera pode ser uma escolha ideal, combinando clima agradável e uma experiência mais tranquila.

Evitar os meses de inverno pode ser aconselhável para quem não aprecia temperaturas mais frias e nevoeiros frequentes. Embora o clima seja bem frio, as luzes e decorações de Natal são muito bonitas e enfeitam a cidade.

Todo cuidado é pouco

Ofertando uma variedade de tipos de seguros de viagem, o Melhor Seguro permite que você escolha o plano que melhor se adapta às suas necessidades específicas.

Além da conveniência, o Melhor Seguro destaca-se por sua dedicação em proporcionar um serviço ao cliente de alta qualidade. Uma equipe dedicada está pronta para esclarecer dúvidas, oferecer suporte e guiar os clientes em cada etapa do processo.

Pontos turísticos de Bruxelas

Ao explorar Bruxelas, os visitantes são transportados para um cenário repleto de pontos turísticos icônicos, a capital belga oferece uma experiência rica e diversificada:

Mini Europe

O que fazer em Bruxelas

Localizado no Parque Heysel, ao lado do Atomium, o Mini-Europe apresenta mais de 350 modelos em escala reduzida, representando locais históricos e pontos turísticos de 80 cidades europeias.

Os visitantes podem passear por miniaturas detalhadas do Coliseu em Roma, a Torre Eiffel em Paris, o Big Ben em Londres e muitos outros marcos famosos. 

Cada réplica é acompanhada por informações educativas, permitindo aos visitantes aprender sobre a história e a arquitetura de cada monumento.

Além das miniaturas, o parque oferece outras atrações interativas, como o simulador de voo “Spirit of Europe” e exposições temáticas que destacam a diversidade cultural do continente. 

Atomium

O que fazer em Bruxelas

O Atomium é uma das atrações mais famosas de Bruxelas, destacando-se como um ícone arquitetônico e um símbolo da cidade. Erguido para a Feira Mundial de 1958, o Atomium é uma construção que simboliza um cristal de ferro 165 bilhões de vezes.

Composto por nove esferas de aço interligadas por tubos, o Atomium oferece uma vista panorâmica espetacular da cidade a partir de sua esfera mais alta, a qual os visitantes podem acessar através de elevadores rápidos. 

Além disso, algumas das esferas contêm exposições dedicadas à história do Atomium, à Exposição Universal de 1958 e a exposições temporárias de arte e design.

Grand Place

O que fazer em Bruxelas

O Grand Place, ou Grote Markt em neerlandês, é um dos locais mais deslumbrantes da Europa. Este espaço público é cercado por edifícios que refletem a rica história e a arquitetura impressionante da cidade.

No centro do Grand Place, uma estátua dourada representa o herói local Everard ‘t Serclaes, enquanto ao redor, a beleza arquitetônica das Casas das Corporações e da prefeitura de Bruxelas se destaca. 

Construído principalmente entre os séculos XV e XVII, o Grand Place é um testemunho impressionante da prosperidade econômica da cidade durante a Era Dourada.

Manneken Pis

O que fazer em Bruxelas

O Manneken Pis é uma das esculturas mais icônicas e peculiares de Bruxelas, conhecida por seu charme e história intrigante. A estátua, que significa “menino que faz xixi” em neerlandês, retrata um pequeno menino nu urinando em uma fonte.

A origem exata do Manneken Pis é cercada por lendas e mitos, mas a estátua atual foi instalada no século XVII. Ela representa o espírito irreverente e peculiar da cidade, tornando-se uma atração cativante para turistas e moradores locais.

Place du Grand Sablon

O que fazer em Bruxelas

Rodeada por edifícios históricos e cercada por árvores, essa praça é conhecida por sua atmosfera refinada e suas diversas boutiques, galerias de arte, antiquários e cafés que a tornam um destino popular para os habitantes locais e visitantes.

O destaque da Place du Grand Sablon é a Igreja de Nossa Senhora do Sablon (Église Notre-Dame du Sablon), uma igreja gótica construída no século XV. A igreja é famosa por suas belas vidraças e obras de arte.

Durante o Natal, a Place du Grand Sablon é adornada com decorações festivas e abriga um encantador mercado de Natal, adicionando um toque mágico à atmosfera já encantadora da praça.

Parque do Cinquentenário

Construído para comemorar o cinquentenário da independência da Bélgica em 1880, o parque é uma grandiosa expressão arquitetônica e um local significativo para os belgas.

O principal destaque do Parque do Cinquentenário é o Arco do Cinquentenário (Arc du Cinquantenaire), uma monumental estrutura em três arcos construída no centro do parque. 

Além do Arco do Cinquentenário, o parque abriga museus importantes, como o Museu Real do Exército e da História Militar, o Autoworld e o Museu da Aviação, que contribuem para a diversidade cultural do local.

Palácio Real de Bruxelas

O que fazer em Bruxelas

Embora seja a residência oficial do rei da Bélgica, o Palácio Real é usado principalmente para eventos oficiais, recepções e cerimônias, enquanto a residência privada real está localizada fora de Bruxelas.

A arquitetura do Palácio Real é verdadeiramente grandiosa, com uma fachada neoclássica que transmite uma sensação de elegância e poder. 

Construído no final do século XVIII, o palácio passou por várias reformas e expansões ao longo dos anos, resultando na estrutura majestosa que vemos hoje.

Igreja Notre Dame Du Sablon

O que fazer em Bruxelas

A fachada da Igreja de Notre-Dame du Sablon é enfeitada com esculturas e é uma obra-prima da arquitetura gótica flamenga. Seu interior também é impressionante, apresentando vitrais coloridos e altares decorados.

Um dos momentos mais marcantes na vida da Igreja de Notre-Dame du Sablon ocorre durante a procissão anual chamada “Ommegang,” que celebra a devoção à Virgem Maria. Essa tradição remonta ao século XIV e continua a atrair fiéis e visitantes.

Palácio da Justiça de Bruxelas

Construído entre 1866 e 1883, o Palácio da Justiça foi projetado pelo arquiteto Joseph Poelaert e impressiona pela sua grandiosidade e escala monumental. 

A cúpula do edifício é uma das maiores do mundo, atingindo alturas notáveis e oferecendo vistas panorâmicas da cidade de Bruxelas.

Além de sua função judicial, o Palácio da Justiça é uma atração turística por si só. Os visitantes podem explorar as áreas públicas do edifício, incluindo a Sala dos Advogados, onde muitos processos e julgamentos históricos ocorreram ao longo dos anos.

Onde comer

Bruxelas é um paraíso gastronômico, oferecendo uma variedade incrível de opções para todos os paladares:

Chez Léon: este é um ícone em Bruxelas, conhecido por seus pratos tradicionais belgas, especialmente mexilhões e batatas fritas. Localizado na movimentada Rue des Bouchers, o Chez Léon oferece uma autêntica experiência culinária belga.

Belga Queen: situado em um antigo banco no coração da cidade, o Belga Queen combina arquitetura grandiosa com culinária requintada. Este restaurante oferece pratos belgas contemporâneos em um ambiente elegante e moderno.

La Buvette: para uma experiência mais descontraída, La Buvette é uma escolha popular. Este pequeno bar de vinhos e restaurante serve pratos deliciosos e autênticos, com uma seleção impressionante de vinhos naturais.

Le Cirio: este é um café histórico que remonta a 1886. Localizado perto da Grand Place, o Le Cirio é famoso por seus frutos do mar frescos, pratos belgas clássicos e uma atmosfera encantadora.

Noordzee Mer du Nord: para os amantes de frutos do mar, este pequeno estabelecimento próximo à Bolsa de Bruxelas é uma parada imperdível. Noordzee Mer du Nord oferece uma seleção fresca de frutos do mar e peixes preparados de maneira simples e deliciosa.

Não deixe de saborear os renomados waffles belgas durante a sua visita. Várias barracas de rua e cafés oferecem waffles frescos com diversas coberturas, desde frutas até chocolate derretido.

Bruxelas é famosa por seus chocolates de alta qualidade. Explore as chocolaterias locais, como Neuhaus, Godiva, e Pierre Marcolini, para saborear algumas das melhores criações de chocolate do mundo.

Onde se hospedar

Bruxelas oferece várias opções de hospedagem, adaptando-se aos diferentes gostos e orçamentos dos visitantes. 

Para quem busca luxo e conveniência, o Hotel Amigo é uma escolha notável. Situado nas proximidades da Grand Place, este hotel de prestígio proporciona uma experiência elegante, combinando charme histórico com instalações modernas.

Outra opção encantadora é o Stanhope Hotel, situado em um bairro tranquilo, perto do Parque Leopold e das instituições europeias. Este hotel boutique oferece uma atmosfera refinada, quartos elegantes e um serviço personalizado.

Para uma experiência mais econômica, as pousadas e hostels em bairros como Saint-Gilles e Ixelles oferecem opções acessíveis com uma atmosfera acolhedora. O Meininger Hotel Brussels City Center, por exemplo, proporciona acomodações modernas e econômicas, ideal para viajantes que buscam uma estadia confortável sem comprometer o bolso.

O Hostel Jacques Brel, localizado no vibrante bairro de Saint-Gilles, é um hostel que oferece uma atmosfera descontraída e amigável, perfeita para viajantes com orçamento limitado.

Como se locomover

O sistema de metrô é uma opção eficiente, com quatro linhas que conectam diversas partes da cidade. O metrô é especialmente útil para visitar pontos turísticos e deslocar-se rapidamente entre bairros.

Além do metrô, os ônibus e bondes oferecem uma cobertura abrangente pela cidade. Esses meios de transporte público são ideais para explorar áreas que podem não ser diretamente acessíveis pelo metrô.

Uma característica interessante de Bruxelas é poder caminhar com facilidade. Muitas atrações, como a Grand Place, Manneken Pis e os bairros históricos, são facilmente acessíveis a pé. 

Para os entusiastas de bicicletas, a cidade disponibiliza um serviço de compartilhamento de bicicletas conhecido como Villo!, proporcionando uma opção saudável e sustentável para se deslocar pela cidade. 

Viaje com segurança à Bruxelas

Viajar é uma experiência emocionante, mas é importante garantir que sua jornada seja segura e protegida. O Melhor Seguro é uma escolha confiável para quem busca cobertura abrangente durante sua estadia em Bruxelas. 

Com opções personalizáveis, o seguro oferece desde despesas médicas até cobertura para cancelamentos de viagem. A plataforma também se destaca por sua assistência 24 horas, garantindo suporte imediato em situações de emergência, independentemente do horário.

Conheça Bruxelas!

O que achou desse texto? Como agora você já conhece Bruxelas, não perca tempo, arrume suas malas!

Veja Também: